domingo, 19 de outubro de 2014

Mudar de vida

"Muda de vida se tu não vives satisfeito
Muda de vida, estás sempre a tempo de mudar
Muda de vida, não deves viver contrafeito
Muda de vida se há vida em ti a latejar

Ver-te sorrir eu nunca te vi
E a cantar, eu nunca te ouvi
Será de ti ou pensas que tens... que ser assim"

Inicio esta postagem com a letra de uma música dos Humanos. É uma letra bem motivadora que nos faz querer mudar a vida, porque, a bem dizer, não há muitas pessoas que tenham a vida que realmente desejam. Sim, há muito boa gente insatisfeita por aí, mas porque será que não mudamos simplesmente? Serão as convenções sociais mais fortes do que a nossa vontade de ser felizes? Será pelo dinheiro? Será porque não sabemos bem o que está mal e, consequentemente, o que queremos mudar? Atenção, não me refiro a uma mudança tipo ganhar a lotaria ou descobrirmos que afinal somos filhos de um rei qualquer no cu do mundo, falo de mudanças que dependem de nós, da nossa vontade e, frequentemente, da nossa força.

Ás vezes, na rua, fico imaginando a vida pelo olhos dos outros, de onde vêm, para onde vão, qual o alcance dos seus olhos (não se têm alguma patologia relacionada com este sentido, mas se vêem por si próprios ou apenas através dos olhos dos outros, do marketing, por exemplo?). Bem, os leitores devem estar a pensar: "olhem esta a querer dar uma de Neo (personagem interpretada por Keanu Reeves no filme Matrix)". Penso como seria ver a vida em tons de cinzento (mataforicamente), sabem rotineiramente, fazer metodicamente todos os dias o mesmo sem ter um gosto particular por isso.

Frequentemente, ouvimos os pais dizerem às crianças que, muitas vezes, temos que fazer coisas de que não gostamos, o que, de certo modo, é verdade, não obstante, se pensarmos bem, e isso acontecer todos os dias, não teremos propriamente uma vida feliz. Há dias ouvi alguém dizer que, pela primeira vez na vida tinha de fazer uma tarefa (todos os dias) mesmo a contra-gosto. A pessoa em questão preferiu e conseguiu mudar esse aspecto da sua vida mas, infelizmente, por uma razão ou por outra, nem todos conseguem. 

Mudar é difícil. Para engrenar numa verdadeira mudança é necessário coragem, por vezes, muita coragem para dar um passo sem rede de apoio sem a segurança de poder voltar para trás. Sendo verdade que as consequências que uma grande mudança acarreta podem ser desagradavelmente irreversíveis, desastrosas mesmo, o certo é, que às vezes podem ser uma oportunidade de sentir a verdadeira felicidade. Li uma vez um artigo que dizia que geralmente as pessoas arrependiam-se destas grandes mudanças e que apenas eram publicitados os casos de sucesso. Não sei se é verdade, nem se vale mesmo a pena sempre porém, ainda assim, é importante dar um oportunidade ao sonho.

A propósito de mudanças quero falar-vos do blog de uma família que sigo desde o início, http://notasobreumaescolha.wordpress.com/ . É uma família linda de quatro pessoas que vão andando ao sabor do tempo, das suas escolhas, daquilo que consideram melhor para si e para a sua família. Neste blog podemos acompanhar a sua jornada de coragem pelo caminho incerto da vida. Ao fim de um ano tiveram um contratempo e tiveram de mudar de casa, não sei se continuarão a dar notícias mas espero que sim.

E vocês gostariam de mudar de vida? Sentem-se insatisfeitos? Já agora quais os aspetos que mudariam nas vossas vidas (mesmo que para já não o consigam fazer)?

<3


comentário(s) pelo facebook:

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe a sua opinião! Obrigada :)