sexta-feira, 6 de março de 2015

Eles crescem depressa: Aquele dia chegou :)

Aconteceu ontem algo pela qual tinha imensa curiosidade de como seria. Não, os filhos não vão casar e sair de casa, para isso ainda falta um tempinho, eles, felizmente, não crescem assim tão rápido. Aconteceu algo muito mais subtil mas com significado igualmente importante. Eles brincaram juntos pela primeira vez. Uaaauuuuu! Lindo. Ter filhos com idades muito próximas é realmente maravilhoso. Uma das razões pelas quais criei o blog foi registar os momentos importantes como este, para que as estas recordações extraordinárias não se perdessem no tempo.

[Para eles]
Daqui a alguns anos, vocês vaguearão pelo arquivo do blog, e encontrarão estes pequenos registos, estas pequenas pérolas da vossa história.
Meus bebés lindos, eu quis dar-vos uma das melhores coisas do mundo, uma companhia para brincar, para conversar, para crescer. Por mais voltas que a vida dê, espero que possam sempre contar um com o outro, que mesmo que, por ventura, a distância os separe, que o vosso amor vos una e com ele sejam ainda mais fortes. Quero muito registar este momento e outros que aí vêm porque, embora não queira, com o decorrer dos anos, vou acabar por esquecer esses pequenos pormenores fantásticos que fazem com que esta viagem valha a pena. 

[Ela]
É minha bebé, é um ser especial, é dona de uma empatia e sensibilidade extraordinárias. Preocupa-se muito com o mano, cuida e tem muito cuidado com ele. É maravilhosa a forma como compreende quando tenho de parar de lhe dar maminha que ela tanto adora para ir busca-lo. Vai sempre buscar brinquedos para que ele pare de chorar e diz-lhe: «Calma.»

[Ele]
É o meu pequenino. Ri tanto para ela, adora o que ela faz e já a quer acompanhar. Fica feliz quando ela chega ao lado dele e lhe dá brinquedos. Adora brincar com o cabelo dela mas puxa-o sem querer. Ela não gosta, mas compreende. Ele ficaria o dia inteiro a olhar para ela, a vê-la brincar. Hoje, pela primeira vez, ela tirou-lhe um livro, mas era para lhe contar a história.

   

comentário(s) pelo facebook:

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe a sua opinião! Obrigada :)