quarta-feira, 12 de agosto de 2015

O projeto Espreguiçar Consciente

Sempre gostei de me espreguiçar, verdade :) Passava imenso tempo em pequena a fazer alongamentos e pensava que deveria haver um desporto em que simplesmente fizéssemos alongamentos (vá lá, eu nunca fui adepta de desportos muito agitados).

Bem, eu sou de um meio pequeno que até há alguns anos ficava a duas horas de distância (de carro) da cidade mais próxima, então na altura não fazia a mínima ideia que já existiam este tipo de exercícios com diferentes nomes e com diversas variantes, provenientes de diferentes culturas. Exercícios que não fazem apenas bem ao corpo (flexibilidade, força, olear as juntas, que é como quem diz as articulações), mas que também à mente e ao espírito. Permitem uma melhoria extremamente significativa na postura, o que influencia positivamente em vários aspetos da nossa saúde e, além de nos tornar mais fortes física e emocionalmente, ajudam-nos a ter mais disciplina, a atingir e ultrapassar os nossos limites.

O que é muito interessante neste tipo de exercício, que muitas vezes já fazemos sem querer no nosso dia a dia, é que não é necessário esforçar-se mais que o outro, competir ou mesmo estirar os nossos limites. Por exemplo, eu posso tocar com as mãos no chão com as pernas esticadas e estar ali na boa sem fazer esforço nenhum, por outro lado, um praticante ali ao lado está a dar o litro para que num mesmo exercício, tenha flexilibilidade para chegar apenas com as mãos aos joelhos. Quem está a esforçar-se mais? Quem está a beneficiar mais com a prática? Pois, é isso mesmo, o exercício até pode ser o mesmo, a intensidade, disciplina e motivação que cada um de nós coloca é que é diferente e isso é o que importa. Aqui a competição não faz qualquer sentido.

Sei que muitos de nós já querem fazer uma bela de uma espargata ao fim do terceiro dia (ou outro 31 qualquer), no entanto, é importante respeitar o corpo, tendo em conta as particularidades de cada ser. É importante sim, um certo nível de esforço mas a melhoria vem (quase) sozinha, vem com o tempo, com a prática, com a vontade.

Ok, isto parece-se muito com o famoso yoga mas na verdade nem é bem, até porque eu não sou professora de yoga, esclareço desde já, são exercícios de flexibilidade, força, equilíbrio, movimento, relaxamento com uma boa dose de terapia emocional ;) que nos fortalecem e que podem e devem ser praticados pela generalidade das pessoas.

Iniciámos este projeto há alguns meses e estamos neste momento em pausa, recomeçaremos a 5 de setembro na praia da Calheta pelas 19 horas. A partir desta data, haverá sessões de Espreguiçar Consciente todas as terças e sábados às 19 horas. Apareçam se tiverem vontade de se esticar um bocadinho, de conhecer os vossos limites e usufruírem dos benefícios de uma postura mais correta no dia a dia. Para quem necessita de relaxar, aliviar sintomas de depressão e ansiedade venham fazer-nos companhia, conversar e sentir-se com mais energia.

Notem que o termo espreguiçar não é por acaso, os animais o fazem com regularidade e as pessoas também. Apetece-nos várias vezes e não sabemos porquê mas é ótimo quando sentimos o sangue fluir, parece que o corpo fica mais leve e acreditem... o espírito também :)


comentário(s) pelo facebook:

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe a sua opinião! Obrigada :)