terça-feira, 3 de novembro de 2015

Histórias vivas: sou uma tartaruga!

Sou uma tartaruga. Encolho-me no quentinho da minha carapaça. Refugiu-me. O momento é só meu e este é um local seguro. Nada me faz mal, nada me alcança, posso pensar, posso sonhar, posso ser só eu. Este é o meu espaço, calmo, confortável onde posso sempre voltar, onde posso me encontrar, onde posso me acalmar.



comentário(s) pelo facebook:

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe a sua opinião! Obrigada :)